para vocês verem como as prioridades equivocadas são uma característica genética: liguei pra minha mãe pra contar que quase fui assaltada ao descer pra comprar um hamburguer. e a única indagação que ela julgou pertinente foi "pelo menos era de frango?".

porque apanhar de delinquente pode. comer jesus metaforicamente, não.

~

- MAS RAQUEL, VOCÊ PEDIU UM HAMBURGUER?
- NÃO, MÃE. EU PEDI O SANDUÍCHE MAIS BARATO QUE ELES TINHAM. POSSO FAZER NADA SE COINCIDIU.

~

e ainda perguntam por que eu saí extraviada desse jeito. gente, não é como se eu tivesse *escolha*.