tá sendo meio complexo existir. dentro e fora da internet. e digamos que dois meses de greve não estão auxiliando muito. lembro que nessa mesma época, no ano passado, eu estava fazendo mimimi porque não consegui arrumar tempo pra assistir uma única sessão do anima mundi. esse ano estou fazendo mimimi porque poderia me mudar para o cinema durante o festival e na volta tudo estaria exatamente como deixei - em coma.

minha vida não atinge níveis apropriados de equilíbrio nem que eu queira muito. quando me esforço parece até que dá mais errado, inclusive. não é como se houvesse um plano b para recolocar as coisas nos trilhos. eu posso criar um alfabeto inteiro de planos alternativos e no fim as coisas vão se resolver no improviso, como sempre. como quando não importava para onde eu estava indo. é praticamente impossível preservar alguma coerência quando se vive assim.

e dá tanta, mas TANTA preguiça argumentar com quem acha que tem algo a dizer, acha que entende, acha que é pra fazer sentido. porque foi mal, não faz, nunca fez. a pessoa fala "você vai se arrepender" e eu só consigo pensar que se tiver TEMPO de me arrepender já estou no lucro, porque geralmente as coisas implodem antes que eu consiga concluir o que acho delas. falam "você não gosta disso" e eu fico pensando que se é tão fácil deduzir o que eu gosto podiam preparar uma lista, porque eu mesma não sei. eu costumava pensar que sabia, mas até aí eu fui a uma festa junina sexta-feira e catei todos os pimentões do molho do cachorro-quente pra botar no meu pão, e tecnicamente eu odeio pimentão, então sabe? é relativo. comigo sempre é. se vai fazer deduções sobre minha existência prefiro que comece pelos números da mega sena porque estou muito precisada de dinheiros.


e isso tudo foi só pra explicar que sim, cabou inferno astral e continuo azeda. foi mal, gente. sou péssima. D: