tenho uma pasta no email onde vou jogando todos os convites que recebo. simpósios, congressos, semanas disso e daquilo, curso de manejo de cana de açúcar, semana dos produtores de banana prata. não é um sistema muito bom porque muitas vezes acumula tanto lixo que acabo perdendo eventos que realmente me interessavam (tá bom, vai, nem tanto), mas no geral administro minhas inscrições baseada em 3 critérios:

1. NÃO TEM DINÂMICA/RODINHA/MOMENTO VAMOS-DAR-AS-MÃOS
2. dá algum certificado útil (defina útil)
3. é razoavelmente perto de casa

e dentro disso eu me inscrevo em praticamente qualquer coisa. 

mas estava aqui analisando a viabilidade de um evento e me deparo com a seguinte informação:

a taxa de inscrição será utilizada para a compra do material e realização de nosso coffee break, que será o mais agroecológico possível!

gente.
aí não, né.
vamos combinar que ao se realizar uma inscrição apenas 2 coisas REALMENTE importam: o certificado e o coffee break. sem mimimis aqui. pode confessar, sua mãe e seu orientador não estão olhando. compartilhar conhecimento meu cu. eu quero ganhar um papel dizendo que gastei muitas horas de minha vida ali sentada e apresentei meu trabalhinho como um bom chimpanzé adestrado, se possível tomando um chocolate quente entre uma coisa e outra. agora imagine passar 3 horas assistindo uma mesa redonda sem mais nem porquê, e quando finalmente aquele martírio acaba vem alguém e te oferece, sei lá, chips de mandioca. cubos de mamão orgânico desidratado. rouba a alegria de viver (que já vai estar baixíssima). eu já ganhei banana em coffee break, cara. sem condições, acabou com o meu dia. e olha que já participei de uns eventos trevas que davam biscoitos suspeitíssimos e muitos litros de refrigerante genérico de manhã cedo, mas nada jamais superou a decepção de sair da sala e encontrar um cesto cheio de... bananas. 

então estava aqui pensando que, além dos 3 critérios habituais, precisarei adotar mais um. que consistirá na análise do nível de ripongagem de perfis do facebook dos membros das comissões organizadoras procurando por indícios como dreads, colares de sementes, flautas de bambu, fotos abraçando árvores e referências aos guarani kaiowá no status.


e a outra opção continua sendo descobrir em mim um insuspeito talento para a ginástica rítmica e trocar de carreira, mas sei lá, tô começando a achar um pouco difícil de acontecer.