- tia, posso te fazer uma pergunta?

tenho calafrios. toda vez invariavelmente. e muita vontade de sair pela janela porque né. VAI SABER que tipo de pergunta virá. só jesus.

- pode, maria fernanda.
- hihihihi.
- vai, pergunta.
- como se escreve bocó?

~bocó~

soletrei e lá se foi ela.
só pra voltar dois minutos depois.

- tiiia, como que escreve idiota?
- idiota, maria fernanda?
- hihihihi.
- idiota não vou ensinar não.
- aaaaah.
- não, ficar chamando as pessoas de idiotas não é legal. eu posso no mááááximo te ensinar como se escreve "mané".

(todo um traquejo didático-pedagógico, percebam.)

daí soletrei. e olhei de rabo de olho pro papelzinho.

ela tinha escrito

BOCÓ
EU TE AMO
MANÉ

e foi muito contente entregar para seu paquerinha

+_+

em quem havia acabado de dar umas porradas porque ele a chamou de gorda do cabelo ruim.

+___+


o que me fez concluir pacificamente que temos todos 6 anos. nunca deixamos de ter 6 anos. só demos uma requintada no processo te amo não quero mais ser seu amigo cocô xixi sou seu amigo de novo vem brincar na minha casa. e chamamos pomposamente de dr.

mas não passamos de um bando de bocós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário