aluninhos montando um quebra-cabeças com algum tema ~animais da fazenda~ e eu ali, apenas experimentando aqueles 5 segundos de paz que geralmente precedem algum tumulto bem grande. rola uma movimentação suspeita ao meu lado e vejo que henrique está puxando lucas prum cantinho, todo confabulatório.

- aqui, lucas, deixa eu te mostrar uma coisa. a vaca tem piru!

a. vaca. tem. piru.
e vivam os transgêneros, não é, minha gente? isso é que é escola inclusiva.

e ele continua, muito entendido só que não, apontando para as tetas da vaca.

- olha aqui, cara. um piru!
- é?
- é! um piru, dois piru, três piru.
- nossa...

hahaha, gente, jamais saberei explicar a entonação desse "nossa..." mas foi uma vibe muito "uns com tanto, outros com tão pouco".
quatro piru

2 comentários:

  1. a pergunta que n quer calar é: vc corrigiu o pequeno ser ou permitiu que ele acreditasse em sua brilhante epifania para todo o sempre?
    faço votos de q tenha sido a segunda opção, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha, corrigi não, fiquei muito deslumbrada na hora.

      Excluir