a professora manda um bilhetinho na agenda da criança, solicitando uma reunião com o responsável para conversar sobre estratégias educacionais.

(o que é apenas uma forma muito muito sutil de falar que essa criança está inoperante, minha gente, essa criança não faz nada com sentido, estamos entrando em junho e ela segue desenhando bonequinhos no lugar das letras porque o alfabeto, né, essa coisa ultrapassada.)

responsável não toma ciência do bilhete.

professora manda outro, reafirmando a necessidade de marcar uma reunião.

responsável não escreve nada. porém, cola ao lado do aviso um papelzinho com salmo, desses que evangélicos te dão no meio da rua.


jesus proverá, né? quero crer.

11 comentários:

  1. Poderia ser pior. E se o responsável tivesse desenhado bonequinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, né? tipo "não entendi por que você quer uma reunião, SUPER NORMAL desenhar bonequinho ué."

      Excluir
  2. Achei digno. hahaha
    ~já sabemos de onde a criança tirou a vibe abstração~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah, sim, os pais sempre acabam mostrando a razão pela qual as crias saíram tão malucas.

      Excluir
  3. Você nem entendeu que o responsável pela criança é Jesus, que afinal, é responsável por todos nós, já que nos salvou.
    =P
    E depois disso, me jogarei pela janela, hahahahaha.
    Acho que nem precisa mais de reunião, né não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha, imaginei jesus voltando, botando as mãozinhas assim pra cima e dizendo "gente, mas eu não tenho NADA a ver com isso, hein."

      Excluir