choque & incredulidade da semana: reunião de pais

(da qual eu não estava participando, GRAÇAS A DEUS, mas precisei entrar na sala pra pegar uma coisa e estava lá uma mãe muito indignada falando de sua cria.)

- eu não quero que minha filha seja lenta.

oi?

(sério, a única reação da coordenadora foi: oi?)
(não a julgo)

- a minha filha, professora. a fulana. é muito lenta, eu não quero que seja. 

eu. não. quero. que. seja. tá bom?

liga pro procon, né, senhora. quem sabe?

mas vou logo avisando que não tenha muitas esperanças. porque se houvesse essa possibilidade, minha mãe teria sido a primeira a utilizar.

14 comentários:

  1. Se essa mimosa mamãe tivesse guardado a nota fiscal, quem sabe dava pra devolver a menina. Tsc, esse povo que não guarda o cupom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né? fica comprando esses made in china, depois não há o que fazer.

      Excluir
  2. Geeeente, agora eu fiquei me perguntando se minha mãe fazia esses "pedidos" nas reuniões de pais da escolinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahah, siiim. todas se pergunta.

      Excluir
  3. O que seria do mundo sem essas frases maravilhosas que só pais de alunos conseguem soltar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai gente, e o pior é que são tantas historinhas excelentes, mas não posso contar, vai que as pessoas entram aqui, né.

      Excluir
  4. Minha mãe estaria na fila até hoje. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. minha mãe já se conformou.

      com muita relutância.

      Excluir
  5. Se essa possibilidade de reclamar existisse, acho que até eu já teria ligado para fazer uma "auto-reclamação" formal.
    Porque, né? A coisa por aqui tá feia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha, tem isso também, que eu não deveria ser obrigada a a conviver com minha própria chatice.

      Excluir
  6. minha mãe me levou ao médico quando era criança porque "essa criança é sensível demais, doutor! precisa dar um jeito nisso."

    não funcionou?

    ResponderExcluir