eu sou tão babaca comigo mesma às vezes. 

não basta ter que lidar com a decepção. não basta ficar triste com as obviedades todas. não basta não saber o que fazer.

eu preciso apontar um dedinho muito do escroto para mim mesma e falar que é bem feito. que a culpa é toda minha. que eu mereço, porque gente otária tem mais é que pastar. lero-lero eu já sabia etc.

a louca do autobullying, resumidamente.

e depois tomo minhas próprias dores e me defendo e tento convencer a mim e aos meus 3 cérebros conflitantes que não é justo, que eu sou uma pessoa legal, que eu não devia quebrar a cara nesse tanto embora quebre invariavelmente e vem cá, não fica assim, te levo pra tomar um sorvete. 



a vida da pessoa fodida E doida é de fato uma coisa muito difícil.

2 comentários:

  1. Hahahaha, cara, não sei se tô rindo da idiotice da situação ou se por você ter feito uma descrição perfeita da minha pessoa.

    Porra, véi, deve ter umas realidades paralelas por aí. Porque eu faço isso o.tempo.todo.

    ResponderExcluir
  2. e se perceber adiantasse alguma coisa a maluquice ainda seria meio válida.

    mas nem isso. :~

    ResponderExcluir