eu vou contar

e as pessoas vão achar que eu tô fazendo gracinha com a situação. 

eu gostaria, gente. JURO. 

mas nem.

então, o que acontece é o seguinte: em fevereiro decidiu-se que a cozinha de minha residência passaria por uma pequena reforma. porque realmente tá tudo aos pedaços. e para simbolizar esse novo dia de um novo tempo que começou, comprou-se um fogão.

que não cabe no espaço do antigo.

e portanto jamais saiu da caixa. porque para encaixá-lo é preciso quebrar uma coisa aqui e outra ali. ou seja: fazer uma não-tão-pequena reforma.

aí foi chamado um pedreiro. ele veio, combinou o orçamento, tudo certinho. a obra terminaria no início de março. beleza. as pessoas saíram e compraram uma geladeira e um freezer. todo um frenesi, né. mas tá bom. porque vai chegar tudo depois da reforma. sem stress.


mas então, eis que no dia marcado para o início da obra, seu wagner (o pedreiro): não apareceu.

- seu wagner, o que houve?
- eu machuquei o joelho e vou ficar com a perna imobilizada por 5 dias.
- ah tá blz.

passaram-se os 5 dias. e seis e sete e dez. e seu wagner: não apareceu.

- seu wagner, kd?
- eu fiquei de repouso e agora todos os meus ajudantes pegaram outras obras e eu não tenho ninguém trabalhando comigo e mimimi.
- ah sim.

mais dias se passaram e: nada.

- WTF SEU WAGNER O MATERIAL TÁ AQUI TEM SACO DE CIMENTO POR TODOS OS LADOS QUALÉ A DO CU DOCE?
- é que eu estou deprimido.

sério.

não, SÉRIO. o cara simplesmente mandou essa. 
e sumiu no mundo.

risos.

e o homem das entregas do ponto frio, né. puto pra caralho porque ninguém avisou pra ele que a entrega foi suspensa. veio aqui duas vezes e foi embora tão desvalido. levando a geladeira e o freezer no caminhão.

veio o segundo pedreiro, que não aceitou o trabalho.
e o terceiro pedreiro, que quis cobrar o triplo de seus colegas (e portanto foi recusado).

nesse por enquanto o tio do ponto frio voltou pela terceira vez. e quando tocou a campainha - TAH-DAAAAH! - já tinha tirado o freezer e a geladeira do caminhão. pra não dar nem a chance de ser mandado de volta. tá aqui a nota, boa sorte pra vocês. e se foi.


portanto tá tudo encaixotado aqui. no meio da casa em outros cômodos que não a cozinha, não sei se vocês entenderam essa parte. o freezer e a geladeira e o fogão e os armários e o microondas. e os sacos de cimento e argamassa e os azulejos e e e e. 

(eu sinto a necessidade de explicar isso de variadas formas porque as pessoas apenas não entendem. onde está o fogão, raquel? no quarto. não, cadê o fo-gão? tá no quarto. hihihihi, você é tão engraçada, sério, tô te perguntando, onde vocês botaram o fogão? no quarto. e por aí vai. não tô julgando. não tô irritada. eu sei que é difícil de conceber. mas.)


hoje era para um quarto pedreiro ter vindo aqui fazer a avaliação e dar o orçamento. mas não tô muito confiante porque ele combinou de vir às 11 e são 20:47 então sei lá né, tô começando a achar que talvez ele não apareça.


então tá bom, era isso que eu tinha pra contar.

tenham todos uma ótima semana.

15 comentários:

  1. "É que eu tô deprimido".

    Poxa.

    Que dó. Vem cá amiguinho, dá a mão. Quer álcool?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pior que nem tenho mais álcool pra oferecer, super chato isso.

      Excluir
  2. Você percebeu que isso é meio que uma metáfora pra vida?
    Coisas novas chegam mas como a gente procrastinou ir para a "nova fase" aí não há espaço pras novas coisas, então elas ficam em qualquer canto, apenas entulhando e causando problemas de locomoção.

    Talvez não haja metáfora alguma e eu esteja filosofando demais.
    Enfim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahaha, gente, apenas a melhor metáfora!

      Excluir
    2. Venho através dessa informar que eu estava rindo a valer com as peripécias do Sr. Wagner até dar de cara aqui com o comentário da Mia, que simplesmente resumiu toda-a-minha-vida....

      aí, murchei de novo. :/

      mto tenso td isso, viu?

      Excluir
    3. hahahaha, num primeiro momento murchei total também. mas gente, é isso!

      Excluir
  3. Aqui em casa fizemos uma obra não-tão-pequena, que deveria demorar 5 semanas. Demorou 10. E teve dias que os pedreiros não vinham, a gente ligava e eles falavam: "É que deu na previsão do tempo que vai chover". Sol, céu limpo e 40º na rua, sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah, na obra anterior o pedreiro se recusou a ir trabalhar no... dia do comerciante.

      muito medo de saber o que ele comercializava.

      Excluir
  4. mas o fogão está só guardado no quarto ou vcs estão cozinhando lá?! o.O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não, o fogão novo e encaixotado está no quarto.

      o fogão velho agonizante que mais dia menos dia EXPLODIRÁ segue com suas atividades na cozinha.

      Excluir
  5. Essas situações parecem não acabar nunca. Eu estou praticamente tentando receber a um mês um orçamento pra um jantar, já repassei umas 10 vezes o meu email e simplesmente a mensagem não chega. Daqui a pouco vão achar que eu sou louca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não acabam nunca mais. só pioram e pioram e pioram.

      Excluir
  6. tenho armários à porta de casa para pendurar à seis meses e uma colecção de aquecedores estragados nas escadas e e e e... nao acabaria nunca.
    beijinho Raquel*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. agora me explique COMO eu ainda não conhecia seu blog/suas fotos?

      passarei o final de semana devorando seus arquivos.

      :~

      Excluir